12 Hábitos saudáveis para a vida- pratique o autocuidado!

19 junho

Oi! Como estão as coisas por aí? De uns tempos para cá eu comecei a dar valor as coisas que faz bem para minha mente e meu corpo, porque tem sido muito fácil me esgotar durante o dia e acabar cansada e desmotivada (sem ter feito nada). Trouxe algumas sugestões de hábitos que podem te ajudar também! São coisas que, apesar de pequenas, faz muita diferença no nosso dia a dia.
habitos saudaveis


Você pode gostar: Hábitos simples para uma vida mais leve!

  1. Tomar 2 litros de água por dia: Pode parecer bobo, mas não é! A água faz muio bem para a gente, visto que nosso corpo é composto por +ou- 65% de água. Eu vejo uma grande diferença na minha pele quando deixo de beber, e nesse inverno tomo cuidado em dobro, pois sei que ficamos com menos sede e tendenciamos a não beber o suficiente.
  2. Se exercitar: Muita gente tem uma relação não muito amigável com exercícios físicos, mas precisamos resinificar isso. E nesse quesito entra tanta coisa, você pode não gostar de musculação, mas amar dança, não importa! O importante é suar (muito). Nessa quarentena eu até aprendi a sambar, e outro dia tentei fazer kickboxing (morri).Eu sigo muita gente no youtube que me incentiva a me exercitar, é só encontrar o canal que você mais goste e mandar bala! Não importa o tempo, o importante é fazer.
  3. Se alongar: Importantíssimo! Se eu fosse citar todos os benefícios daria um post inteiro, mas posso citar alguns: melhora a postura, ativa a circulação sanguínea e relaxa (evita o estresse). Um alongamento de 10 minutinhos ao acordar e dormir vai fazer total diferença no seu dia e na sua noite de sono. Desde que fiz balé eu entendi a importância de sempre se alongar, e então nunca parei. Quase não tenho dores musculares e quando tenho dor na coluna por estar ansiosa, alongar me ajuda demais
  4. Comer 3 frutas: Coloquei 3 porque é o indicado, mas aqui em casa enquanto tem fruta eu vou comendo. Dá pra variar muito a forma de comer, e até fazer delas uma refeição (café da manhã e lanche). Eu costumo comer com bastante cereais e sementes, e acredite em mim quando digo que sustenta viu. Dá pra fazer uma salada de frutas muito e até comer com outras coisas (muita gente come abacate "salgado" como se fosse manteiga no pão). 
  5. Ler algumas páginas de um bom livro: Mesmo que você comece lendo 1 página por dia, tenho certeza que futuramente você vai ler mais. Adquirir o hábito da leitura é muito importante e pode ser qualquer livro! Tem gente que gosta de todo tipo de livro, mas tem gente que não. Leia aquilo que te interessa, porque vai ser mais fácil de construir esse hábito. Comigo foi assim, eu comecei lendo só romance (Kiera Cass que o diga) e depois abri meus olhos para outros gêneros (que eu inclusive tinha preconceito): crônicas, aventura, drama, policial e até literatura clássica brasileira que eu tanto falei mal! (só a brasileira mesmo, porque não consigo ler 2 páginas de Shakespeare, tô no processo ok).
  6. Se permitir: Eu não sei nem o que escrever aqui, porque cada um precisa se permitir de uma forma, é bastante pessoal. Eu preciso me permitir em não seguir rotinas e tentar ser menos metódica, mas talvez você precise se permitir fazer coisas que goste ou se permitir não fazer nada. 
  7. Ficar offline: Nossa geração não sabe muito bom o que é isso, nossa vida está na internet e é realmente difícil deixá-la um pouquinho de lado. Porém, é importante. Somos bombardeados o tempo todo com informações de vários lugares e isso nos afeta de diferentes formas, e na maioria das vezes, é negativamente (comparação). O meu tempo offline é de noite, vou ver novela e depois gasto o resto da noite antes de dormir lendo algum livro ou fazendo qualquer outra coisa que me conecte mais com a vida real.
  8. Ter uma rotina de cuidados (selfcare): Selfcare pode ser qualquer coisa que cuide de você, desde que te faça bem. É importante pra gente tirar um tempo pra dar um jeito na gente. Minha mãe sempre diz que se ela não hidratar o cabelo e fazer a unha dela aos domingos, a semana começa toda errada. Para ela, tirar esse tempo é crucial. Estou bem longe de ser a profissional em selfcare, e, sendo bem sincera, já fui mais dedicada a isso; porém, hoje, só dar um trato no meu cabelo uma vez por semana já funciona pra mim.
  9. Aprenda a dizer não: Sei que tem um enorme "depende", mas dizer não faz um bem que você nem imagina! Tem situações que realmente não tem como negar, mas na maioria a gente consegue sim. A verdade é que existem pessoas que te sugam, e enquanto você estiver disponível para ajudar, elas estarão ali para pedir ajuda (sendo que muitas vezes, é desnecessária). Se for para você ajudar alguém por preguiça da mesma, não faça! Não assuma as responsabilidades que não são suas! Mas seja gentil, ok?
  10. Aprenda a ouvir teu corpo: E corpo fala? Fala. A gente vive as correrias do dia a dia e nunca damos ouvidos ao nosso corpo, e ele constantemente dá sinais, seja de cansaço, de estresse e até de má alimentação. Não ouvir o próprio corpo pode ser bem problemático, porque antes de um problema maior, ele dá sinais de que se não nos cuidarmos, vai dar ruim. Eu só aprendi isso depois que virei vegetariana e entendi a importância de uma boa alimentação,e depois disso muuuita coisa mudou.
  11. Escreva: Escrever é uma forma de colocar para fora aquilo que nos incomoda por dentro. Pequenas coisas podem virar enormes problemas quando não colocamos para fora, e escrever é uma forma de fazer isso. Não sei quantas vezes eu precisei escrever sobre algo para perceber que eu estava fazendo um drama danado em cima daquilo, que nem era um grande problema, e que poderia ser resolvido em uma simples conversa. Eu não gosto de escrever exatamente o que me incomoda, e, normalmente, escrevo minicontos (acho que é essa a nomenclatura), e coloco os meus sentimentos nos meus personagens (funciona pra mim). 
  12. Viva o presente: hm, olha quem tá falando. Eu sou a pessoa menos indicada para falar sobre isso, levando em consideração que eu vivo mais no futuro do que no presente; massssss, eu ao menos tento (e falho, mas não deixo de tentar). A gente vive tão preso no futuro que não conseguimos vivê-lo, já que nosso presente é o futuro que chegou (minhas brisas). Existe até um termo que se relaciona bem com viver o presente: slow living, que é basicamente viver "de forma calma", prestando atenção no que ta acontecendo agora. Vivemos tão apressados para as coisas que tudo se torna automático, sair fora da caixinha precisa ser algo comum nas nossas vidas. 
Eh isto, falei muito e espero não ter falado bosta (rs). 

É muito importante a gente se atentar aos detalhes do que está acontecendo em nossa volta, mas também ao que acontece dentro da gente, e cada um faz isso de uma forma. Eu espero que isso acrescente de alguma forma na sua vida!

Com carinho, Clara.

You Might Also Like

6 comentários

  1. Muito válidos essas dicas de hábitos saudaveis... principalmente em aprender a dizer não, pois as vezes nos vemos fazendo coisas só para agradar os outros e nos sobrecarregamos..
    Bom tomar água eu super concordo pois a hidratação é tudo.
    Gostei do seu blog Bjinhus

    https://mulhercristaeseular.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Se desconectar, muita água e viver no presente. Dicas valiosas. Gostei! Dani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz de ouvir isso! Espero que te ajude de alguma forma, seja bem vinda!

      Excluir
  3. Nossa, quantos pontos importantes e necessários!
    Mudar é um processo árduo, mas é tão bom se aventurar na caminhada que é sair do comodismo. E nos cuidar muitas vezes é romper o automático e iniciar algo diferente. É inspirador!

    Estou gostando de conhecer teu blog, é um amor.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.