Como praticar o slow living e viver uma vida menos ansiosa

20 maio

Olá! Como estão as coisas por aí? Por aqui tudo bem!

Eu quase não encontro pessoas que falem sobre o movimento slow living aqui no Brasil, sempre procuro conteúdos em inglês ou espanhol para poder aprender e desenvolver mais sobre. Por causa disso mesmo, resolvi abordar mais sobre esse assunto aqui no blog, pois eu tenho experimentado e tem sido maravilhoso, principalmente para mim que sou uma pessoa extremamente ansiosa, mesmo sem perceber.

Estou constantemente pensando no futuro, se estou sentada, estou balançando meus pés ou "cutucando" minhas unhas, sempre ansiosa por algum motivo, o qual eu descobri recentemente: minha ansiedade é viver. Sou ansiosa para viver, e é isso. 

O que é slow living?
Antes de mais nada, não se trata de fazer as coisas lentamente, quase como uma lesma. Nada disso! Slow living é um movimento que nos encoraja a viver uma vida mais simples, calma, tranquila e em um ritmo normal. Digo normal, porque vivemos em um ritmo muito acelerado, então não se trata de viver devagar, mas de desacelerar, tem muita diferença. É viver de acordo com seus valores e princípios, é viver uma vida intencional. 

O que não é Slow living?
Slow living não é um conjunto de regras e muito menos uma competição ("quem vive mais devagar?). Desacelerar pode significar várias coisas diferentes para as pessoas. Talvez algumas precisem sair da cidade e morar no campo, comendo só o que planta. Para outras, é preparar as refeições com mais cuidado e intenção, ou acordar mais cedo para tomar café da manhã com calma e não se atrasar. Só você pode dizer o que é slow living para você. 
O que é Slow living para mim?
Para mim, é acordar uns minutos mais cedo, preparar meu café da manhã com calma, tomá-lo sem nenhum celular perto de mim. É trocar de roupa e não ficar o dia inteiro de pijamas), é arrumar minha cama pela manhã, escovar os dentes e cuidar da pele, e só então começar o dia. É preparar uma refeição saudável, fazer atividade física, brincar com meus bichos de estimação (uma cadela gigante e um casal de gatinhos). Slow living para mim é aguar minhas plantas, ler meus livros, dançar e escrever no blog. 

Porém, o principal deles: cuidar da minha mente pensando apenas no agora. Esse é o mais difícil para mim. Todas as atividades que eu listei acima só fazem sentido quando feitas intencionais para mim. Exemplo: tomar café da manhã pensando em mil coisas que preciso fazer, não é slow living para mim. Tomas café da manhã saboreando e pensando apenas em mastigar e sentir os sabores, isso é slow living para mim.

Então, se eu pudesse resumir o que slow living significa para mim, eu diria: agora. Prestar atenção no agora, parar de viver no futuro ou remoer o passado. Nós só temos o agora, é isso que tem diminuído minha ansiedade e feito com que eu encontre mais harmonia na minha vida. 

Benefícios do Slow Living (de acordo comigo! Coisas que funcionaram para mim e para a maioria das pessoas, pode ter efeitos diferentes na sua vida, mas serão sempre positivos)
  • Reduz a ansiedade 
  • Reduz o estresse
  • Reduz a insônia
  • Mais paciência
  • Mais experiências genuínas (simplesmente por focar no agora, nós aproveitamos mais nossas experiências)
Como praticar o Slow living?
  • Literalmente, desacelerar: por que você anda tão rápido? Para salvar 5 minutos do seu dia? Ande no seu ritmo normal (não precisa ser igual uma tartaruga) e concentre seus pensamentos na rua, na sua respiração, nos prédios e nas pessoas. 
  • Foque em uma tarefa por vez: nós não somos multitarefas. Achamos que fazer várias coisas ao mesmo tempo vai melhorar nossa produtividade, porém não vai. Só piora. Foque em uma tarefa por vez.
  • Coma na mesa: prepare suas refeições e sente-se para comer na mesa, sem celulares, sem televisão. Apenas você e alguém que esteja com você (ou você sozinha mesmo). Sinta o gosto da comida, aprecie o momento, foque no presente. 
  • Se afaste das tecnologias o máximo que conseguir por pelo menos durante um período do seu dia: gosto de fazer isso pela noite, antes de dormir. a verdade é que consumismos conteúdos demais na internet, e não adianta negar, nos afeta demais. Quais aplicativos você usa, você precisa de todos? Quem você segue, faz sentido seguir todas essas pessoas? 
  • Viva o momento e foque no que você está fazendo: o tempo todo e todo o tempo. É a coisa mais difícil que já fiz, mas é muito bom. Traz leveza ter nossa mente limpa de preocupações futuras ou passadas. 

Eu espero que esse post seja útil para você de alguma forma, e que vocês coloquem em prática essas dicas, tenho certeza que fará muito bem a saúde mental de vocês. Obrigada por ler até aqui. 

Com carinho, Clara.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Eu gosto bastante desse assunto! Buscar desacelerar é um desafio enorme no nosso contexto agitado de século XXI, e por isso leva tempo. Como você disse, o mais difícil é mudar o nosso pensamento; a gente fica tão acostumada a pensar demais e se preocupar demais, nossa, quanta ansiedade nos aprisiona. Que sigamos buscando e colocando em prática essa forma leve e tranquila de viver.
    Queria te recomendar um canal no youtube, de uma brasileira que eu gosto muito de acompanhar. É o da Ana Celestino, ela fala sobre slow living, minimalismo, consumo consciente, enfim, acho que você pode gostar. A Ana é muito tranquila até no jeito de falar, eu amo os vídeos dela!

    Abraços, Clara! Continue trazendo esse tema mais por aqui, vou amar ler.
    Any.
    Poetiza-te

    ResponderExcluir
  2. Oi Clara!

    Esses dias mesmo estava vendo uma publicação no pinterest (em inglês rs) que falava sobre a gente acostumar a fazer nossas refeições lá fora, vendo a natureza e o movimento. E acho super benéfico tanto para praticar o slow living quanto para comer melhor, mais devagar e consequentemente ter mais saúde.

    Eu estou hiper longe de ter uma vida slow. Mas tento praticar a meditação todos os dias. E está me ajudando muito a controlar a minha ansiedade.

    Espero que você poste mais sobre o tema. Achei super interessante!

    Bom final de semana pra você ♥

    ResponderExcluir
  3. Oi Clara!

    Adorei o conteúdo. Super me identifico. Nunca consegui levar essa vida corrida demais, e sempre me achei deslocada por pensar assim também. Pois sempre que me vejo correndo, fazendo várias coisas ao mesmo tempo, a primeira coisa a me prejudicar, é a saúde. Acabo ficando doente.
    E como é bom fazer tudo centrada, uma coisa de cada vez.
    Gratidão pelo conteúdo, saber que não estou sozinha e já prático o slow living e não sabia. Que muitos venham a descobrir e praticar também.
    Abraço! 🤍

    ResponderExcluir
  4. Show!!! Desde q fiquei desempregada,estou menos agitada,procuro sempre uma rotina mais calma,desacelere, tô focada em viver melhor,prático exercícios e tenho tempo pra observar a natureza...bjs

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.