Desafios de combater o desaparecimento de pessoas no Brasil- redação tema ENEM

12 maio

Desaparecimento de pessoas redação tema enem

 
Para o sociólogo funcionalista Émile Durkheim, o desaparecimento de pessoas é um fato social, pois é externo ao indivíduo e diz sobre a sociedade a qual esse está inserido. Embora haja 3 formas de desaparecimentos, o sequestro é a que mais amedronta a população brasileira, visto que houve uma intensificação desse processo com a ascensão da internet, e que as crianças e deficientes correm mais perigos por estarem vulneráveis na sociedade.

É preciso considerar, em primeiro lugar, que a internet facilitou o cometimento de crimes. Malfeitores conseguem, ao abusar da moral e ética, articular e manipular com facilidade, através da criação de perfis falsos de "bons cidadãos", atraindo, assim, indivíduos influenciáveis e ingênuos, que acabam se descuidando e facilitando para que sejam atacados.

Além disso, é notório que as crianças e deficientes mentais são alvos. Essas pessoas, ao ficarem expostas sem a proteção dos responsáveis, podem ser seduzidas e até encurraladas pelos criminosos. Um exemplo disso, é a quantidade de sequestros que ocorrem nos horários de saída dos menores de suas respectivas escolas, e até na porta dessas.

Fica evidente, portanto, que o desaparecimento de pessoas traz inquietações para as famílias brasileiras e é uma questão de segurança pública. Sendo assim, o Ministério Público, como órgão protetor da sociedade, deve, junto com as famílias e escolas, responsáveis pela socialização primária, protegerem os indivíduos do desaparecimento forçado, através de boas preparações de policiais e equipes de buscam com cursos e seminários, além de palestras gratuitas, à todos os cidadãos, que enfatizem a importância de proteger nossas crianças e entes queridos na internet. Somente assim, será possível garantir a segurança dos indivíduos e minimizar as preocupações familiares.

You Might Also Like

0 comentários

Tecnologia do Blogger.